You are currently browsing the category archive for the ‘auto-promoção abjeta’ category.

Estou sofrendo uma enxurrada de acessos de gente que anda procurando, no Google, as “sete palavras que você não ouvirá na TV” _ busca que, coincidentemente, traz este Hermenauta como primeirão na lista de achados, graças a este post.

Mas porque diabos tem tanta gente procurando essa frase?  Vocês estão sabendo de alguma coisa que eu não sei?

hermautaforeign

Taí, eu sabia que a internet é globalizada, mas não imaginava receber tanta gente de fora assim.

Ou eles vêm via Google Imagens, ou tem brasileiro à beça no Exterior.

The stream is going mainstream.

_ Nick Carr

Pois é, o dileto colega blogueiro Animot, que vez ou outra fala de vacas, resolveu agora botar o bode na sala e gentilmente encarregou-se de botar na rua a pergunta que, devo confessar, eu mesmo já me fiz:  entro ou não entro pro Twitter, meudeuzi?

Afinal, há pouco tempo pude constatar na própria pele virtual e internética o pudê do Twitter: foi só o Idelber me citar no Twitter dele que meus page links deram um salto (momentâneo, é claro).  Se bem que esse talvez seja mais um tributo ao pudê do Idelber do que do Twitter, mas whatever.

E o Twitter é mesmo uma sensação: até um dos astronautas que está na já lendária missão de conserto do telescópio espacial Hubble tem twittado, para o delírio das hordas de nerds astronáuticos.

Ou não:

Mike Massimino, an astronaut on space shuttle Atlantis, is going to have to do some explaining to the Twitter community when he lands today at Kennedy Space Center. Turns out Massimino wasn’t really tweeting from space on the @Astro_Mike account. 

It was actually a NASA employee doing the micro-updating for him, and not even in real-time: Massimino writes his updates in space and then e-mails them to Houston. That means it often takes hours for updates to appear on the Twitter account, since e-mails are transmitted from the shuttle only a few times a day.

OK, talvez fosse mesmo pedir demais que um sujeito a mais de 300km de altura ficasse twittando em vez de trabalhar _ o homem hora dele deve sair meio caro para a Nasa.  O problema é que “ghost-writing” no Twitter está cada vez mais próximo da norma do que da exceção:

Twitter — a microblogging tool that uses 140 characters in bursts of text — has become an important marketing tool for celebrities, politicians and businesses, promising a level of intimacy never before approached online, as well as giving the public the ability to speak directly to people and institutions once comfortably on a pedestal.

But someone has to do all that writing, even if each entry is barely a sentence long. In many cases, celebrities and their handlers have turned to outside writers — ghost Twitterers, if you will — who keep fans updated on the latest twists and turns, often in the star’s own voice.

É claro que, diferentemente do Idelber, eu não sou uma celebridade.  Mas, por outro lado, diferentemente dele, eu sou um desconhecido que além disso é anônimo.  E quem vai querer seguir o Twitter de um anônimo que sequer consegue fazer um update decente no seu blog, que dirá no seu Twitter?  Se na internet ninguém sabe que você é um cachorro, no Twitter ninguém sabe que você pode sequer estar mesmo na internet.

E cá entre nós, se até o Departamento de Estado dos EUA tem um Twitter, quem sou eu para entrar nessa onda??  Afinal conheço poucas pessoas menos diplomáticas que eu.   🙂

De qualquer modo, lá vai o resultado parcial da enquete do Animot.   Sem querer jogar um balde de água fria, mas jogando: arriscando-me contra a maioria, votei “Nunca”.  Vamos ver se mantenho o voto…    🙂

hermetwitter

O Fantástico, no domingo à noite, fez uma reportagem interessante:

O planeta está ameaçado pela poluição
A sujeira se acumula 

Entre o litoral da Califórnia e o Havaí, uma área enorme ganhou um triste apelido: o Lixão do Pacífico. Levadas pela corrente marítima, toneladas e toneladas de sujeira, produzidas pelo homem, se acumulam num lugar que já foi um paraíso.

Um oceano de plástico, uma sopa intragável, de tamanho incerto e aproximadamente 1,6 mil quilômetros da costa entre a Califórnia e o Havaí e que, segundo estimativas, seria maior do que a soma de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Goiás.

Aqui.

Antes tarde do que nunca.  🙂

Estou devendo já a há algum tempo um agradecimento ao Pedro Dória por ter colocado este humilde bloguinho entre os blogs cobertos pelo agregador que ele criou, o As Últimas, inspirado no excelente Alltop. Valeu Pedrão!

***
Também estou devendo um pedido de desculpas à Tia Sílvia, minha professora de português no Ginásio. 🙂

E não é que tem um “hermenauta” no MySpace?  Só que é uma banda chilena:

HERMENAUTA toma su nombre de una idea particular de Jaime Daire inspirada en un clásico del cómic argentino (El Eternauta) y el concepto de “hermenéutica” asociado al arte/ciencia de interpretar. La idea se concibe como un personaje que “se desplaza a través de las formas de interpretación”, el cuál sería llevado al papel de manera escrita o gráfica, pero que fue sin embargo llevado a la música. La banda nace en abril del año 2002 cuando se reúnen por primera vez cuatro jóvenes estudiantes en una sala de ensayos del Barrio Brasil de Santiago, con la inquietud y el interés común de aprender a tocar juntos, recrear algunas canciones de gusto común y, en lo posible salir a tocar en pubs de la ciudad. El objetivo se logra en septiembre de aquél año, comenzando a presentarse en bares del Barrio Bellavista y Ñuñoa, tocando un repertorio de no más de 15 canciones que manifestaban claramente el estilo que guiaba a la banda: Pink Floyd, U2, Soda Stereo, Radiohead… incluyendo además algunas rarezas para la época como Porcupine Tree y A Perfect Circle. Una vez cerrada esta primera etapa de actuaciones en público y recibiendo acogidas motivantes, la banda comienza el año 2003 planteándose como única opción el desafío de crear música original y propia. Comienza así un largo e interrumpido proceso de ensayos, cambios de formación y evolución del proyecto, perfilándose como un trío de rock y experimentación rock – ambient, llevado principalmente por Matías Phillips en batería y Jaime Daire en guitarras y voz, sucediéndose varios bajistas y períodos de inactividad, principalmente entre los años 2004 y 2006, período en que Daire es convocado para formar y hacerse cargo de las guitarras y coros en la banda tributo a U2 Vertigo, la cual no tardó en posicionarse con creciente éxito entre los fanáticos de la banda original. HERMENAUTA siguió en paralelo y consolidando sus primeros hitos en vivo recién en el 2007, año en que se presenta en un par de locales mostrando repertorio propio, incorporando a Patricia Rojas en voces (alternando con Daire), levantando bastante interés entre los asistentes y generando así algo de material de registro para difusión. Este año nuevamente la banda sufriría un nuevo quiebre en su formación, casi definitivo, rompiéndose la alianza entre sus integrantes fundadores quedando todo el trabajo en ciernes. Al poco tiempo, HERMENAUTA se perfilaría de manera definitiva como el trabajo de Jaime Daire (compositor, guitarras y voz), quien recluta a nuevos músicos para continuar con el proyecto, logrando rescatar las canciones más queridas y creando material nuevo, renovando así la proyección con la que esta banda surgiera ya hace años. El material que se muestra en este espacio, corresponde a distintas etapas del proyecto; lo último grabado por la banda durante agosto de 2008 (Anima), un demo del año 2004 (Un Lugar En La Memoria), y un par de demos de Daire grabados entre el 2003 (Cristaline) y el 2007 (Cristaline – Ab Intra), éste último realizado en colaboración con Alvaro Troncoso en Bajo y Secuencias.”

***

Eles dizem que criaram a banda em 2002, mas o MySpace deles é de abril de 2008.  Portanto ainda peço o direito de precedência, pois suspeito que querem apenas usurpar o brand “Hermenauta”, a esta altura, aliás, internacionalmente reconhecido.

Ademais, eles se reuniram pela primeira vez no Bairro Brasil em Santiago.  Quer mais??   🙂

Levando em conta que este blog recém fez um ano de vida, coloco aqui os posts mais populares, em ordem decrescente de hits:

Leila Lopes e o pornô
De Guaianases para o mundo
Pior que o aquecimento global…
Quem disse que beleza não põe mesa?
A spectre is haunting the G-20
E ainda tem as louras
Um mar de plástico
Sexo Anal!
Teoria da Conspiracão
Breaking news

Como se vê, as grandes questões existenciais dominam os primeiros lugares. 🙂

hermechange

Hermenauta 2010

(d´après Shepard Fairey, feito com a ajuda do Obamiconme)

E de repente, comecei a receber montes de hits vindos de um post do Pedro Doria. Fui lá checar e descobri que o Dória havia perguntado aos seus leitores, entre outras coisas, quais sites eles frequentavam diariamente. E descobri que vários dos meus leitores aqui elencaram este pobre Hermenauta como um dos “sites em português sem os quais vocês [leitores do Dória] não vivem?“.

Pô, fiquei emocionado, zentem.  Pô, mó legal.   🙂

Prezados 4,5 leitores,

Hermenauta avisa que ficara fora do ar ate’ as vesperas do Ano Novo.  Estou em uma cidade estranha, mas com gente muito agradavel.

Hoje tambem e’ o dia do aniversario do Hermenauta!  Embora os “arquivos”  a’i comecem em Marco de 2006, tratava-se ainda de uma ideia experimental, so para ver como funcionava o WordPress.   O blog comecou pra valer em 20 de dezembro de 2007, com o post Auto-regulação é o catzo!.

Portanto, deem e recebam muitos presentes esta semana, para aquecer a economia.  Happy Xnesian!

Inadvertidamente, entre ontem e hoje ultrapassamos os 300…mil hits.

E no exato momento em que olhei, batíamos 180.000 visitas no blog desde sua fundação.  Que coincidência.

Mil posts right now.

Saúde!  Mas não dirijam.  🙂

Prezados,

Em algum momento entre as 8 e 9 horas da manhã de hoje, este blog ultrapassou os 100.000 hits desde sua fundação.

O que dá 22.222 hits por cada um dos meus frenéticos 4,5 leitores.

Agradecemos, pois, a preferência e a confiança depositada.   🙂

Confesso que me espantei, porque da última vez que olhei acho que o bloguinho valia umas onze pilas. Tudo bem que o dólar despencou, mas acho que ainda assim a lojinha valorizou. Assim, estou vendendo a grife! Também troco por um terreno em João Pessoa. Na praia, é claro. 🙂

jubileu.jpg

Quero aproveitar para dizer que nos últimos minutos o blog ultrapassou a barreira dos 50.000 pageviews desde sua inauguração.  O que mostra que nossos 4,5 leitores são muito ativos.  🙂

Agradeço a todos que vêm aqui deixar seus dois dedos de prosa, bem como os que apenas vêm aqui para ler as bobagens que escrevo.

Este blog está aceitando doações:

Scarlett Johansson leiloa encontro em estréia de filme

Lances devem ser feitos pela internet até 12 de março; vencedor vai assistir ‘He’s Just Not That Into You’

Lances para conhecer a atriz vão até março
Reprodução

Lances para conhecer a atriz vão até março

LOS ANGELES – Scarlett Johansson, considerada uma das atrizes mais sexy de Hollywood, leiloará um encontro que permitirá ao vencedor conhecê-la pessoalmente na estréia de seu próximo filme. O leilão é feito pela internet e os fãs começaram nesta segunda-feira, 3, a dar seus lances no site eBay. O encontro com a protagonista de Encontros e Desencontros passou de US$ 0,99 para US$ 560 em 12 horas de lances. O vencedor receberá duas entradas para assistir à estréia mundial do filme He’s Just Not That Into You, na qual Scarlett, de 23 anos, divide cena com outros astros, como Jennifer Aniston, Drew Barrymore e Ben Affleck.

O prêmio inclui um carro com chofer até o cinema onde ocorrerá a estréia, que acontecerá em julho em Los Angeles ou Nova York, serviço de cabeleireiro e maquiagem e, o principal, conhecer a atriz pessoalmente. A disputa, que exige aumentar no mínimo US$ 10 em relação ao último preço alcançado, estará aberta até 12 de março.

Ano passado, no blog antigo, eu fiz um post anunciando quanto valia “O Hermenauta” pelos critérios do teste do Business Opportunities Weblog, How Much is Your Blog Worth. O blog antigo morreu, não consigo achar nem o cache da página, mas me lembro que era algo em torno de $11.000,00. Pois agora fiz o teste de novo, e bingo! com crise das hipotecas e tudo descobri que meu “real state” virtual aumentou um pouquinho.

Na época, o Hedonismos linkou aquele post. Em um comentário a Tina Oiticica Harris, do blog Universo Anárquico, disse o seguinte:

Há alguns aspectos a considerar. O número de links internos (que technorati.com conta como “blog reactions” e o número de blogs que te lincam (technorati chama de “authority”.) O Hermenauta deve ter poucos links internos, no chutômetro.

Já para Google P.R. ter caixa de comentários conta. O Hermenauta não tem como deixar comentário.

A Tina parece entender do riscado. Eu nunca me perguntei como funcionam essas coisas. Imagino que ela deva ter razão, pois o finado Hermenauta (http://subsolo.org/hermenauta), apesar de morto, ainda tem uma “authority” muito maior (72) do que este sucedâneo (28). Como o número de “links internos”, pela definição dela, também é muito menor (318 contra 45 deste), minha impressão é de que o que faz a diferença aí é realmente a caixa de comentários (não entendi o que a Tina quis dizer por “no Hermenauta não tem como deixar comentário”; no blog antigo eu usava o Haloscan _ imagino que ela esteja se referindo à caixa de comentários própria, como a que temos aqui).

Mas o que eu queria dizer mesmo é que se alguém estiver disposto a me oferecer os $15.000,00 (sim, faço desconto à vista), tô topando. 🙂

***

Só por curiosidade, vamos repetir o exercício que fiz naquele post:

O Biscoito Fino e a Massa: $164,845.68

Pensar Enlouquece: $412,678.74

Reinaldo Azevedo: $269,285.58

É, parece que Tio Rei ganhou uns pontinhos de junho do ano passado pra cá, mas ainda perde de lavada pro Ina.

Em todo o caso, é bom ter amigos ricos. 🙂

hermetagcloud.jpg

Hummm.

Essa aí é a tag cloud do Hermenauta no Technorati.

Não é lá grandes coisas, mas pelo menos ela não delata um comportamento absolutamente contrário àquele que o blogueiro gosta de proclamar.

Meus 3,5 leitores hão de se lembrar que, quando rolou o papo do plebiscito pela reestatização da Vale, o Tio Hermê aqui cantou a pedra de que isso era bobagem já que o governo possuía influência relevante na empresa via participação dos fundos de pensão no Conselho de Administração. Pois não deu outra. Notícia no Valor de hoje:

Governo rejeita operação da Vale para comprar a Xstrata

O Planalto não aprova a compra da mineradora anglo-suíça Xstrata pela Companhia Vale do Rio Doce. A cúpula do governo, segundo apurou o Valor, considera o negócio – que não está fechado – “caro”, “complicado” e “prejudicial aos interesses do país”. Por isso, deverá orientar os representantes do conselho de administração da Vale que têm vínculo com a União – BNDESPar e Previ (fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil) – a rejeitar a operação, que depende de aprovação do conselho.

março 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Add to Technorati Favorites

Blog Stats

  • 1,542,770 hits