You are currently browsing the category archive for the ‘Area 51’ category.

Na Wired, um novo significado para “second life”:

Eles podem não ser verdes ou produzir frases de efeito, mas poderia haver formas alienígenas de vida aqui na Terra. 

Se a vida surgiu não apenas uma vez, mas várias vezes sobre a Terra, formas de vida que ignoramos poderiam estar aqui no nosso próprio planeta, talvez utilizando processos químicos diferentes daqueles que conhecemos. E porque os cientistas têm estudado apenas uma pequena fatia do mundo dos micróbios em alta profundidade, os restos microscópicos de uma segunda (ou terceira ou quarta) biogênese  poderiam estar escondidos direto sob nossos narizes. 
“Se a vida surgiu muitas vezes, pode existir, ou ter existido, algo como uma  biosfera sombra a rodear-nos”, disse Paul Davies,  astrobiólogo da Arizona State University,  na reunião dominical da Associação Americana para o Avanço das Ciências. “É perfeitamente possível que algumas formas de vida microbiana poderiam revelar-se alienígenas se comparadas à vida como nós preferimos chamá-la
.”

Aqui (em inglês).

Anúncios

praadasoberania

UFO

Deu no Correio Braziliense:

Niemeyer apresenta a Arruda projetos de novas praças na Esplanada

Rio de Janeiro – Tombada, mas não engessada. O arquiteto símbolo da capital, o próprio Sr. Brasília, Oscar Niemeyer, deu ontem mais um passo monumental, ao lado do governador José Roberto Arruda, para ampliar, sem deformar, o arco de obras grandiosas que faz da capital federal uma cidade preservada, mas viva. Niemeyer, que está à frente de um cardápio de novidades que tem transformado a cara da cidade – o Museu da República e a Biblioteca Nacional de Brasília, a nova Torre TV Digital, entre outros – acertou ontem com Arruda detalhes para a mais ousada intervenção no Eixo Monumental desde a criação de Brasília, mudando a cara de seu maior cartão-postal. “Pousando” sobre a Esplanada, nas palavras do próprio Niemeyer, entre o Teatro Nacional e a Praça de Eventos, de um lado, e o Complexo Cultural da República e a Catedral, de outro, cortando o gramado e abrindo um flanco novo no local, será erguida a Praça da Soberania. Ela deve ser inaugurada, segundo os planos do governador, em 21 de abril de 2010, quando Brasília fará 50 anos.”

O velho lobo da prancheta arremata:

“Isso muda Brasília”, resumiu Niemeyer. “Toda capital tem que ter uma praça aonde o povo chega e se espanta“, justificou.” [grifo meu]

Espantoso mesmo é isto:

A nova Praça da Soberania abrigará dois prédios: o Memorial dos Ex-Presidentes, ou Memorial da República, e um museu para “exposição permanente do progresso do nosso país”, sob um anguloso triângulo de 100m de altura, parte mais visível do novo espaço.”

Temo que a “exposição permanente do progresso do nosso país” termine mais vazia que a modernosa cúpula inaugurada na Esplanada alguns anos atrás, e que abriga do Museu da República _ talvez o único museu sem acervo do país.

Já o interesse do governo do Distrito Federal no negócio, compreensivelmente, não é assim tão desinteressado:

Três metros abaixo do terreno, haverá um estacionamento para 3 mil carros. O GDF ainda vai decidir como será a cobrança por vaga. A pedido de Arruda, será construída, no nível da garagem, uma passagem subterrânea pela Esplanada, com espaço para lojas e banheiro público. “E não alteramos nada no Plano”, insistiu Niemeyer, que destacou a “simplicidade da obra“.

A barnabezada da Esplanada agradece; já há muito tempo falta espaço para estacionamento, e a área é notoriamente deficitária em amenidades.  É claro que alguns prédios de ministérios já poderiam ter sido convertidos em shopping centers há muito tempo _ por exemplo, é completamente inexplicável que após a criação do Ministério da Defesa os comandos do Exército, Aeronáutica e Marinha ainda tenham prédios na Esplanada, cada qual com seu anexo.

***

OK.  Eu até que não formo entre os críticos dogmáticos de Niemeyer (muito menos de Lúcio Costa).  Acho inclusive Brasília um lugar muito agradável de se morar _ o que é dizer muito, para um carioca.

Por outro lado, não sou nenhum fã absoluto do modernismo, e acho o neoclacissismo de Washington D.C ou de Paris, por exemplo, muito chiques (para ficarmos na arquitetura das capitais).

No caso particular dessa obra aí, fico me perguntando se já não chegou a hora de alguém interditar o centenário arquiteto.   Sem tirar o mérito keynesiano do monumento _ a construção desse treco certamente vai empregar gente à beça, algo necessário neste momento de crise _ me parece que a coisa não tem nada a ver com o resto do conjunto arquitetônico da Esplanada _ muito pelo contrário, vai implodi-la.

A única vantagem é que certamente Brasília terá muito mais chances de competir com outras cidades no concorrido mercado das locações de filmagem para blockbusters internacionais.  Aquele UFO semienterrado no meio da cidade certamente economizará alguns milhões de dólares para futuros filmes de Sci-fi.

Levem-nos ao Obama

O Guardian nos informa que o Ministério da Defesa britânico resolveu abrir seus arquivos referentes a close encounters of any kind:

Sick of UFO buffs, conspiracy theorists and journalists pestering them for information about little green men, the MOD has decided to release its entire archive on the subject to the public. In all, 160 files will be made public via the National Archives website over the next 3 to 4 years. The first 8 files – one of which is over 450 pages long – are released today.

Suponho que essa abertura dos arquivos vá propiciar muito papo pelas próximas semanas em blogs e revistas chegadaços a um X-file. Há episódios tocantes:

Another far-fetched account is from a 77 year old fisherman. In small hours of 12th August 1983, he claimed to have been contacted by the inhabitants of a flying saucer. They were 4 feet high and wearing pale green overalls with helmets and black visors. After giving him a tour of their craft they told him, “You can go. You are too old and too infirm for our purpose”. You can find this fisherman’s tale on page 67.”

O que sugere que os alienígenas parecem não possuir um Estatuto do Idoso, e promovem políticas segregacionistas contra os habitantes da terceira idade.

Alguém achou isto vasculhando a Groelândia no Google Earth.

(antes de rir da idéia, fique sabendo que eu também gosto de vasculhar a Groelândia no Google Earth.  O litoral da África do Norte também.  Há gosto para tudo)

Agora ficamos sabendo para quê afinal serve o aquecimento global.

Deu no Estadão:

“BRASÍLIA – Para o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Roberto Busato, um advogado instruir o cliente a mentir “contraria os princípios éticos da advocacia”. “

***

O Busato está mais em órbita que o Marcos Pontes.

Deu no Estadão:

“Em um outro texto, o Repubblica destaca o perfil do novo ministro, Guido Mantega, lembrando o fato de ele ter nascido em Gênova, na Itália, e ter mudado ao Brasil com três anos de idade, e também de ter recebido em 2004 uma condecoração das mãos do prefeito de sua cidade natal, Giuseppe Pericu.

Para o jornal, sua indicação “reforça uma tradição de presença ligúria [de originários da região da Ligúria, ao noroeste da Itália] nos governos da América Latina”.”

***

Presença ligúria ?

Quando chegarão os Klingons ?

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Add to Technorati Favorites

Blog Stats

  • 1,548,381 hits