Deu no Estadão:

ONU reduz equipes de resgate no Haiti

Organização admite falhas no sistema de distribuição de comida

Jamil Chade, correspondente em GenebraTamanho do texto? A A A A

A ONU decidiu reduzir ainda mais o número de equipes de resgate no Haiti e admitiu que não conseguiu estabelecer um sistema adequado de distribuição de ajuda. A partir de agora, a prioridade serão os sobreviventes espalhados por ruas e acampamentos improvisados.

A decisão foi tomada depois que organizações humanitárias informaram que dificilmente alguém poderia resistir por mais de uma semana sem água e comida. “As equipes estão exaustas e, à medida que o tempo passa, a chance de achar alguém ainda vivo é cada vez menor”, afirmou ao Estado a porta-voz da ONU Elizabeth Byrs.

Na terça-feira, as equipes de resgate haviam sido reduzidas de 52 para 48. Ontem, o número caiu para 36. “Parte das equipes está sendo usada agora para a distribuição de comida e remédios”, disse Elizabeth. No auge da operação, 1,8 mil homens trabalhavam com a ajuda de 175 cães. Até ontem, 121 pessoas haviam sido resgatadas com vida.”  [grifo meu]

***

A idéia de estar preso debaixo dos escombros de uma casa ou prédio é aterrorizante.  Não só para quem está soterrado como também para quem está do lado de fora.

Acho que só isso explica o fato de que tantos recursos tem sido utilizados no resgate de tão poucas pessoas.  Como diz a matéria, apenas 121 pessoas haviam sido resgatadas com vida.

Mas uma matéria do NYT informa que:

Despite all the incoming help, Partners in Health, an organization that has been providing health care in Haiti for two decades, estimated that 20,000 Haitians were dying daily from lack of surgery.”

Mesmo supondo que esse número de vinte mil pessoas morrendo diariamente por falta de cuidados  seja algo inflado, e que as habilidades das equipes de resgate não seriam facilmente convertidas em ajuda para quem precisa de tratamentos médicos, ainda assim me parece que a conta não fecha, e que o esforço no resgate prejudica os sobreviventes.  Talvez o resgate simplesmente não compense, embora seja cruel pensar assim.

Anúncios