Alguém já disse que “a guerra mostra o melhor dos homens“.  Bom, eu acho que alguém já disse.  Se não disse, deveria ter dito.

Olavo de Carvalho tá brigando com um cara tão à direita, mas tão à direita, que é capaz de chamar Olavón de “petista”.

E faz acusações inflamadas, que Olavón rebate uma a uma, inclusive a de  ser homossexual.  Aliás, a isto ele responde com o seguinte:

Mas o pior de tudo é a conclusão do raciocínio. O que quer que alguém pense contra o homossexualismo não lhe dá o direito de igualar essa prática a um crime hediondo tipificado no Código Penal. Creio que essa foi a maior ofensa já proferida contra os gays, ainda que na esperança de atingir com ela alguém que não é membro do grêmio.

Isto, meus caros, vindo da pena do Vilósofo, só pode ser sinal de desespero.

Mas o que importa é a seguinte acusação, e resposta:

Diz [Rogério Pedroso, o atacante – N. Hermê], em primeiro lugar, que sou um agente petista. Provas:

(1) Morei com os srs. Rui Falcão e José Dirceu num apartamento da Casa do Estudante. (Que isso acontecesse duas décadas antes da fundação do PT parece não significar grande coisa para o sr. Pedroso.)” [grifo meu]

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!