You are currently browsing the daily archive for janeiro 4, 2010.

Lá no Todos Apostos, o Igor Barbosa escreveu um post intitulado “Pub Relations“.  Lembram?

Ele lembra:

Reparem a total ausência de microfones na mesa. Repare a abundância de camisas brancas. Repare os copos vazios. Mestre, nós aprendemos a lição. Tanto que, no auge da emoção e da falta de batatas fritas no Bar Brasil, a porção que não suporta comida alemã do portal e sua respectiva esposa conclamou os presentes a uma caminhada pela paz até o Bar Brazooka.”

Embora estejam faltando alguns elementos importantes no post para que possamos melhor formar nossa convicção sobre o acontecimento _ tal como uma trilha sonora _ devo reconhecer que a coisa melhorou.  Posso certamente elevar a nota de blogueiros de direita que vão biritar no Bar Brasil ao invés de pretender que a livraria Leonardo da Vinci é uma filial do Bar Veloso, para o provável desfalecimento de Dona Vanna, coitada.

E vejam também que, livres da influência nefasta de Pedro Sette Câmara, os Apostos _ e isto inclui até o Alexandre Soares Silva,  meio acuado em um canto da mesa,  provavelmente contando piadas sujas da Opus Dei envolvendo padres libidinosos,  freiras assanhadas e jornalistas lúbricos _ parecem ter-se divertido a valer.

Enfim, dou nota 9.  Só não dou 10 porque é claro que reunião de intelectual no Centro tem que ser no Bar Luiz, pô.    🙂

Anúncios

“There hasn’t been this much hype about a tablet since Moses came down from the mountain.”

_ David Carr comentando o advento do iSlate no NYT.

Há uns dias me mandaram isso aqui, mas só hoje eu parei pra ver.

A meu juízo, o vídeo atinge alto teor de comicidade mesmo antes do final enxertado pelo pessoal do Kibe Loco.

Pobre menina.

Na verdade, fico pensando no que aconteceria se esse vídeo for descoberto por arqueólogos daqui a dois mil anos e por coincidência fosse o único fragmento legado pela nossa civilização.

Tipo assim, a Estela de Narmer dos oughties.

Há mesmo gosto para tudo neste mundo.

Uma das áreas que considero não terem sido bem tratadas durante o governo Lula é a Educação.

No Correio Braziliense de hoje há uma entrevista com a Secretária Adjunta de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Maria do Socorro Mendes Gomes.  Lá pelas tantas, lê-se isto:

CB – Os professores e os servidores do INSS já integram o clube das carreiras típicas de Estado?

Os servidores, de um modo geral, que trabalham com a política pública, são agentes fundamentais de garantia de cidadania. E a cidadania não é só na perspectiva do social-assistencial, mas na perspectiva das políticas que mudam a remuneração das classes menos favorecidas.

Li da esquerda para a direita, da direita para a esquerda, de cima pra baixo e de baixo pra cima, e concluí que a frase é um belo exemplo da arte de não dizer nada.

Avatar já bombou mais de um bi de dólares.

E a imprensa especializada já diz que dificilmente a Fox se negará a produzir uma continuação.  Aliás,  Cameron pensa em um arco de 3 filmes.

Um fato curioso é que filmes 3D vêm se dando bem nas telonas, mas mal na venda de DVD´s.   Porque, naturalmente, as pessoas que viram o filme em 3D não acham a mesma graça em rever o filme em casa em 2D.  O problema é que isso desequilibra a equação financeira dos filmes, a ponto de executivos não terem muita certeza se vale a pena produzir mesmo em 3D dado que a renda total de um filme ainda é muito dependente da janela em DVD _ e é provável que o mesmo valha para as janelas ancilares da TV por assinatura e aberta.

De onde se depreende que a pressão por monitores de vídeo em 3D será intensa nos próximos anos.  Aos céticos, afirmo que já vi uma tela da Philips há dois anos, reproduzindo imagens em 3D sem necessidade de óculos especiais.  Elas virão, com certeza, portanto, se você já comprou sua TV de 40 ou 42 polegadas, não vale a pena partir para a de 50.

***

Quanto às idéias para uma continuação de “Avatar”, muito se fala em explorar, talvez, o que os humanos andam fazendo nas outras luas de Polyphemus.  Eu diria que a idéia é idiota.  A Venture Star veio direto da Terra para Pandora, o que sugere que a colonização da lua é feita diretamente da Terra e não a partir de outros postos avançados no sistema de Alpha Centauri.  Se Cameron deseja manter a coerência da história, não vai dar pra explorar este veio.

***

A expectativa é grande com o lançamento do iSlate ou como quer que venha a se chamar o tablet PC da Apple.  O mercado torce para que a empresa tenha produzido o e-reader que incendeiará o bolso dos consumidores.

Hoje atinei que um e-reader decente possibilitará que os editores de livros técnicos possam vir a vender livros como uma “assinatura”, dando direito às reedições, que poderão ser baixadas wirelessly para o aparelho.

janeiro 2010
D S T Q Q S S
« dez   jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Add to Technorati Favorites

Blog Stats

  • 1,546,765 hits