Fato Número 1:

Mesmo com apagão, popularidade do presidente Lula cresce

CNT não incluiu nesta edição da pesquisa perguntas sobre o blecaute por falta de tempo, afirma diretor

Leonardo Goy, Agência Estado

BRASÍLIA – O blecaute que deixou 18 Estados sem luz no dia 10 deste mês não teve efeito aparente na aprovação do governo e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) e o Instituto Sensus, feita entre os dias 16 e 20 deste mês, a aprovação do governo subiu de 65,4% em setembro para 70% em novembro. Ao mesmo tempo, a avaliação negativa recuou de 7,2% para 6,2%. A fatia dos que avaliam o governo como regular caiu de 26,6% para 22,7%.

Fato Número 2:

CNT/Sensus aponta queda na diferença entre Serra e Dilma

‘É possível notar que Serra perdeu cerca de 15% em intenções de voto em primeiro turno’, diz diretor

Leonardo Goy, da Agência Estado

BRASÍLIA – Os diferentes cenários de primeiro turno elaborados pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) com o Instituto Sensus, mostram tendência de crescimento da potencial candidata do governo à Presidência da República, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Isso ocorre ao mesmo tempo em que o principal candidato da oposição, o governador de São Paulo, José Serra, tem um comportamento entre estagnação e queda, principalmente quando se compara a pesquisa divulgada hoje com as de dezembro do ano passado.

Na primeira lista apresentada pela CNT/Sensus aos entrevistados, Serra aparece na frente de Dilma para primeiro turno, com 31,8% de intenções de voto, seguido pela ministra, com 21,7%. Em terceiro lugar, aparece o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), com 17,5%. A senadora Marina Silva (PV-AC) tem 5,9% e vem em quarto lugar.

Fato Número 3:

Dos seus últimos dez posts, Reinaldo Azevedo dedica 7 a criticar a visita do presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad ao Brasil.  Um tema que certamente incendeia a imaginação do povão, como sabe quem tem acompanhado as manifestações de protesto na orla carioca.  E o possível candidato do PSDB em 2010, o governador de São Paulo José Serra, soltou um tijolaço no site do partido intitulado “Visita de Ahmadinejad é desconfortável“.  Pois é, de desconforto o Serra deve estar entendendo, sentado de ladinho no Palácio dos Bandeirantes.  Pelo menos é o que dá a entender Tio Rei, em um aviso para a garotada:

Estou saindo para gravar uma entrevista no Programa do Jô. Volto mais tarde para cuidar dos assuntos do dia, inclusive a pesquisa CNT-Sensus, que inflama a petralhada, que agora deu para comparar laranjas com pepinos. Mas fica tudo para depois. Até a volta. Não sei quando vai ao ar. Quando souber, informo. Até a volta.” [grifo meu]

Eu, hein!