Duas boas do Tio Rei hoje:

Uma:

Bem, a palavra do MST tem a credibilidade que tem. Mas lembro que Claudete Pereira de Souza, coordenadora do MST, que comandou a invasão, respondeu o seguinte quando indagada sobre a destruição da plantação: “Não se pode viver só de laranja”.

Convenham: o MST não é diferente do partido de Lula. Uma tal “Juventude do PT”, como se isso não fosse uma contradição em termos, divulgou hoje uma nota em que acusa os inimigos do governo – provavelmente os “reacionário” – de responsáveis pelas lambanças do Enem.”

Como assim?  Tá certo, não sei como é a política estudantil hoje em dia _ embora constate que para Tio Rei ela pareça não passar de braço do PT _ mas será que Tio Rei pensa que uma “juventude do PSDB” ou “juventude do DEM” é algo assim, natural?

Duas:

Espantoso um artigo que João Sicsú, diretor de Estudos e Políticas Macroeconômicas do Ipea e professor do Instituto de Economia da UFRJ, escreveu no jornal Valor Econômico, que é uma espécie de Granma do PT. O Brasil tem jabuticaba, pororoca e um jornal de economia que é de esquerda – nem que seja a esquerda petista.”

Logo vi.  É por isso que o comunista do Sergio Leo trabalha lá, pra não falar do Oliveira, aquele canalha cujo nome verdadeiro certamente é Ivan alguma coisa.

Fiquei preocupado, pensando no tipo de imprensa que deve praticar um jornal para que Tio Rei não o considere “de esquerda“…

Tio Rei encerra o post com chave de ouro:

Para certos acadêmicos brasileiros, o homem é seu emprego.”

Para certos “reservoir dogs“, também.

Anúncios