samara_well1

Está escrito lá, no final do post, à guisa de conclusão de um comentário à fala de Lula na TV ontem, utilizando um artigo de um velho conhecido nosso:

Gostaram? O título do artigo é “O nacionalismo de esquerda é uma fraude” e foi escrito por Olavo de Carvalho em maio de 2001. Parece-me uma excelente análise da fala de Lula, feita com mais de oito anos de antecedência…

É o fim.  Reinaldo Azevedo está pronto para ir juntar-se ao Olavón na Virginia.

***

Trecho embatucador:

Ser nacionalista, para essa gente, não é amar o que é brasileiro: é apenas odiar o americano um pouco mais do que se odeia o nacional. Mas, para cúmulo de hipocrisia, seu alegado antiamericanismo não os impede de celebrar o intervencionismo ianque quando lhes convém, por exemplo quando ajudam alegremente a desmoralizar a cultura miscigenada que constitui o cerne mesmo do estilo brasileiro de viver e lutam para impor entre nós a política americana das quotas raciais, em consonância com as campanhas milionárias subsidiadas pelas fundações Ford e Rockefeller.”

Interessante: Olavo chama de antiamericana a esquerda que, segundo ele, sucumbe a “idéias americanas” das quais ele discorda, como o feminismo e o “abortismo”.   Já ele mesmo, que odeia essas coisas, não se acha antiamericano…

Além disso, acho meio estranho Tio Rei transcrever um texto que acusa alguém de não amar o Brasil, quando diuturnamente faz o elogio daquele sujeito que escreveu um livro intitulado, justamente, “Contra o Brasil”.