“I keep saying that the sexy job in the next 10 years will be statisticians”

_ Hal Varian, economista chefe no Google

***

Insight bacana neste artigo do NYT de hoje: com o crescimento da massa de dados produzida pela internet, o futuro próximo é dos estatísticos.

A matéria também tem uma triste notícia para os partidários dos blogs na sua eterna luta contra o PIG:

For example, in research just published, Mr. Kleinberg and two colleagues followed the flow of ideas across cyberspace. They tracked 1.6 million news sites and blogs during the 2008 presidential campaign, using algorithms that scanned for phrases associated with news topics like “lipstick on a pig.”

The Cornell researchers found that, generally, the traditional media leads and the blogs follow, typically by 2.5 hours. But a handful of blogs were quickest to quotes that later gained wide attention.

Ter repórteres contratados faz diferença…

***

E aí, passeando pelo Krugman só para ver o que ele ia falar disso, encontrei um post onde ele fala dos problemas da Estatística na China.  No post ele comenta uma matéria do Financial Times que descreve a defesa feita pelo Bureau Nacional de Estatística chinês, o qual criou uma campanha para melhorar a auto-regresestima dos estatísticos, com resultados como esse:

The campaign has already produced works such as: “I’m proud to be a brick in the statistical building of the republic.” In another poem, a contributor writes: “I can rearrange the stars in the sky because I have statistics.”” [grifo meu]

Diante do que um comentarista lá no Krugman não aguentou e lascou:

We don’t need no estimation……
We don’t need no cost control…..

Anúncios