O fscosta comentou aqui sobre a “orkutização” do Twitter.  Corri atrás da notícias, mas parece que há controvérsias.

Primeiro, a pesquisa do Ibope/Nielsen:

Usuários brasileiros já são maioria no Twitter, revela pesquisa

Assim como acontece no Orkut, os brasileiros já são maioria no Twitter, de acordo com um levantamento divulgado nesta terça-feira pelo Ibope/ Nielsen Online. Pelo levantamento, no mês de junho 15% dos internautas do Brasil acessaram o serviço de microblog em casa ou no trabalho.

Na segunda posição, estão os norte-americanos, com uma audiência de 10,69%. Em seguida, aparecerem os britânicos (9,38%), os australianos (5,36%) e os alemães (4%).

Os dados revelados pelo estudo surpreendem já que o Twitter é popular a mais tempo nos EUA do que no Brasil. Lançado em 2007, o serviço de microblog foi utilizado constantemente pelos candidatos à presidência dos Estados Unidos já no ano passado.”

Porém, a Raquel Camargo escreve o seguinte no TwitterBrasil…

Pesquisa internacional revela importantes números sobre Twitter

Neste mês uma delicada e bem elaborada pesquisa sobre o comportamento dos usuários do Twitter foi divulgada. Elaborado pela Sysomos Inc, empresa já experiente na análise de mídias sociais, o estudo apontou várias informações estatísticas com base em 11,5 milhões de usuários existentes no Twitter.

A pesquisa apontou que:

    • 72,5% de todos os utilizadores aderiram durante os primeiros cinco meses de 2009,
    • 85,3% de todos os usuários do Twitter postam menos que um update/dia,
    • 21% dos usuários nunca sequer fizeram uma publicação,
    • 93,6% dos twitteiros têm menos de 100 seguidores,
    • 5% dos usuários representam 75% de toda a atividade do sistema
    • Nova Iorque é o local que tem o maior número de twitteiros, seguido por Los Angeles, Toronto, São Francisco e Boston. Detroit foi o local que mais teve adesões durante os primeiros cinco meses de 2009,
    • Mais de 50% de todas as atualizações são feitas a partir de ferramentas/programas. O TweetDeck é a alternativa mais popular, alcançando 19,7% das pessoas,
    • 53% do universo Twitter é representado por mulheres e 47% por homens,
    • O Brasil é o quinto país no ranking de usuários.

No post que divulgou os dados, os responsáveis pela pesquisa sugerem que o material seja discutido no próprio Twitter acompanhado da hastag #sysomossurvey e/ou com cópia para @sysomos.

E agora, somos maioria, ou somos o quinto país no ranking de usuários?

Eu acho que a confusão se originou de uma leitura incorreta da pesquisa do Ibope.

O que a pesquisa diz é que 15% dos internautas brasileiros acessaram o Twitter.  Ou seja, a pesquisa não diz que a maioria dos usuários do Twitter são brasileiros, mas sim que o Brasil é o país com o maior número de internautas acessando o Twitter.  Como os países desenvolvidos têm muito mais internautas que o Brasil, faz sentido que embora menos internautas deles (proporcionalmente ao número total) acessem o Twitter eles ainda assim constituam maioria no Twitter.  Portanto, no ranking do Twitter temos os EUA como primeirões, seguidos por Reino Unido, Canadá, Austrália e…Brasil.  O primeiro país do ranking não anglófono…

sysomos-twitter-by-country

(clique para ampliar)

Porém, dado o exemplo do Orkut e a aparente febre que o Twitter vem causando na brazucada, acho que já já chegaremos lá.

Anúncios