Mesmo sem ser acusada de infidelidade (motivo na moda para a demissão de governadores republicanos ultimamente), Sarah Palin pediu pra sair:

A íntegra da transcrição do discurso de renúncia está disponível aqui.

Todo o assunto vem sendo tratado como no mínimo bizarro pela mídia norte-americana.

***

UPDATE:

Nas bolsas de apostas:

a) ela renunciou porque vem aí um escândalo de grandes proporções sobre sua gestão no Alaska;

b) ela renunciou porque vai ganhar muito mais dinheiro no circuito de palestras;

c) ela reunciou porque não aguenta mais governar o Alaska;

d) ela renunciou porque não aguenta mais os ataques da mídia islamo-comuno-gayzista-fascista;

e) ela renunciou para preparar-se bem para a campanha presidencial de 2012.

De todas essas hipóteses a e) me parece a mais gozada.