Thomas Erdbrink, correspondente do Washington Post que está no Irã, joga um balde de água fria na idéia de que “a revolução será twitterizada” neste chat que ocorreu ontem:

Pittsburgh, Pa.: Will the protests spark a real revolution in Iran? The first Twitter revolution!

Thomas Erdbrink: people here rarely use twitter.”

***

Mais sobre isso no Daniel Drezner.

Anúncios