Tio Rei prestando maior desserviço à nação que os livros didáticos do Governo de São Paulo:

SOU GRATO AO ISLÃ PELA BÚSSOLA

segunda-feira, 8 de junho de 2009 | 16:04

Mas é realmente muito engraçado, não?

Diogo Mainardi e eu mangamos do “discurso histórico” de Obama no Cairo — aquele discurso histórico pré-histórico: como vocês sabem, quando o presidente americano está na jogada, os fatos nem aconteceram ainda, mas já se transformaram em marcos. Impressiona-me que os babaobamaníacos não se dêem conta do ridículo. E, bem, eles não se dão.

Aí chega uma enxurrada de comentários: “Então não é verdade que os árabes inventaram a bússola e outros instrumentos de navegação? Então não é verdade o seu papel no Renascimento? Então não é verdade…?” Oh, é tudo verdade. Como disse Diogo, tudo o que está lá na Wikipedia pode entrar na redação do estudante Obama. Não deixa de ser sintomático que ele precise recuar sempre uns 10 séculos para ser grato pelas contribuições que o Islã deu ao Ocidente.

E acho que a gente precisa ter reciprocidade nessas coisas. Algum aiatolá ou alguma suma autoridade sunita poderia vir ao Ocidente agradecer o Cristianismo pela descoberta do antibiótico, da vacina e até dos aviões que derrubam torres, não é mesmo? Se a gente tem de dizer “obrigado” ao Islã por ter segurado a onda da aritmética durante o período das “trevas” cristãs, então eles que venham se ajoelhar ao pé da cruz pelos últimos mil anos.

Não lhes parece uma troca justa? Nós seremos gratos a eles porque nos deram um passado, e eles nos serão gratos porque lhes damos um futuro. O que acham?

É uma ironia? Não brinquem… Estou apenas evidenciando a profundidade do discurso de Obama no Cairo…

***

Não, seu mané.  Quem inventou a bússola foram os chineses…

***

UPDATE:

O pior é que eu me esqueci de uma coisa: neste post aqui, Tio Rei diz que foi professor de escola particular:

Lula, quando ainda dirigente da oposição, poderia ter dado o exemplo. Poderia ter posto os filhos para estudar na escola pública. Quem melhor do que ele para liderar o movimento, não é mesmo? Pois se preparem para uma revelação. Sabem o Fábio Luiz da Silva, o Lulinha, o Ronaldinho de Lula? ESTUDOU EM ESCOLA PARTICULAR. É, em escola particular. Mais precisamente, no Colégio Singular, em Santo André, uma das mais conceituadas da região. Como eu sei? EU DAVA AULA LÁ.

Realmente, agora a gente percebe que o Lula pisou na bola mesmo.

Devia escolher melhor a escola dos filhos.    :)