You are currently browsing the daily archive for junho 4, 2009.

Reportagem do UOL com Evert van Zwol, presidente da associação holandesa de pilotos, confirma o que eu disse em meu post anterior _ que descobrir o motivo pelo qual o piloto do AF 447 não se desviou da massa de nuvens em seu caminho em breve será uma das prioridades da investigação:

No total, 70% de todos os voos feitos entre a América Latina e a Europa exigem desvios de rotas por causa das condições climáticas, exatamente na área onde o Airbus da Air France desapareceu no Oceano Atlântico na noite do último domingo (31), com 228 pessoas a bordo. A informação foi dada com exclusividade à BandNews FM pelo piloto da Air France/KLM, presidente da Associação Holandesa de Pilotos, Evert van Zwol.  

Ele faz a rota Amsterdã-São Paulo com muita frequência e diz que as tempestades nessa área são comuns e conhecidas pelos pilotos, que estão devidamente treinados e preparados para desviar dessas áreas de turbulência.

Segundo Evert van Zwol, é por isso que a grande maioria dos voos entre os dois continentes acaba levando minutos a mais do que o previsto. 

Evert van Zwol explica que um comandante já levanta voo sabendo o que vai enfrentar, com base em minuciosas informações de radares e mapas. 

De acordo com o piloto, que tem 20 anos de experiência na aviação civil, não tem como o comandante da Air France ter sido surpreendido por más condições climáticas – e que, portanto, resta saber por qual motivo o piloto não desviou.” [grifo meu]

Anúncios

kung_fu3

Daqui:

David Carradine found dead in Thailand hotel

72-year-old ‘Kung Fu,’ ‘Kill Bill’ actor reportedly hanged himself

Actor made his mark as “Kung Fu” star on TV in the 1970s and again on the big screen in “Kill Bill.”

David Carradine, star of the 1970s TV series “Kung Fu” whose career roared back to life when he played the assassin-turned-victim in Quentin Tarantino’s “Kill Bill,” was found dead Thursday in Thailand. Police said he appeared to have hanged himself.

The officer responsible for investigating the death, Teerapop Luanseng, said the 72-year-old actor was staying at a suite at the luxury Swissotel Nai Lert Park Hotel.

“I can confirm that we found his body, naked, hanging in the closet,” Teerapop said. He said police suspected suicide.”

***

Os leitores mais novos provavelmente se lembram de Carradine mais por sua participação em Kill Bill como o misterioso Bill.  Mas Carradine já foi muito famoso no Brasil por causa do seriado Kung Fu, onde ele representava um fugitivo chinês que migrou para o Oeste americano.

Em um episódio (“The Stone“), Caine (o personagem de Carradine) tem que enfrentar um ex-escravo fugido do Brasil que lutava capoeira.  Os entendidos da série dizem que esse foi um dos melhores episódios:

Episode 13: The Stone

Shaolin kung fu versus Brazilian capoeira on network television in 1972? Once again, this show displays its uniqueness and forward thinking. The eloquent Moses Gunn co-stars as a former Brazilian slave-turned-capoeira master and self-made man who has relocated to the U.S. and is putting his hopes on a monster diamond he has stolen. All’s well until he mistakenly kills the local sheriff while the diamond ends up in the hands of three kids who recruit Caine to help them bring their jittery stepfather-to-be back to their mother. A marshal and three minority-hating thugs hunt for the Brazilian while the Brazilian hunts for Caine who he accuses of stealing his rock. Moses is all charisma and steals the show away from Carradine for this episode. After Moses establishes his martial arts skill while knocking the thugs around early on, he tangles with Carradine towards the end. Unfortunately, the fight is shot too tightly with a lot of close-ups and cuts, but it’s one of the more interesting fights of the series thus far.

Não sei se o politicamente correto já era de rigueur naquela época, mas, pelo que me lembro (e alguém com mais memória me corrija se eu estiver errado), o escravo capoeirista foi um dos únicos adversários à altura de Caine no mano-a-mano _ acho até que eles se entendem no final e nenhum derrota o outro.  Não tenho a menor idéia de como seria um entrevero entre um lutador de kung fu e um capoeirista experiente na vida real, mas tenho a ligeira impressão que o kung-fungueiro levaria a melhor.

Em um fórum estrangeiro, um depoimento interessante de um piloto:

Turbulence can be extremely localised. Earlier this year I was operating eastbound on the NAT’s when a BA 777, which was 1000ft below us and 70 miles ahead on the same track, reported severe turbulence including an uncommanded roll of 25 degrees. We strapped in and prepeared for the worst, but flew through with only the timiest of ripples of wave activity.”

Isso pode explicar porque motivo outros aviões que estavam na mesma rota do AF 447, como o da Iberia e os dois da Lufthansa, passaram incólumes pela mesma região.

NAT, se não me engano, é a sigla para North ATlantic Airspace, espaço aéreo do Atlântico Norte.

Em um fórum espanhol, um amigo do capitão do vôo da Iberia que seguia o AF 447 dá a versão dos acontecimentos segundo os seus tripulantes:

Pues nada, lo prometido es deuda. Aquí os dejo esta primicia mundial recien sacada del horno.

He hablado con el comandante del vuelo de IB que iba junto al AF. Os resumo lo que me ha dicho.

Estuvieron hablando con la tripulación del AF en el aeropuerto de Rio, en la cola del control de pasaportes. Dice que eran muy simpáticos y que se estuvo riendo con la sobrecargo. Eso ha sido más palo todavía para él. Ya en el despacho de vuelos vió que la zona en cuestión estaba complicada por el mal tiempo y decidió echar 2000 kilos más de combustible previendo que tendría que desviarse bastante. Despegaron unos minutos detrás del AF, como casi siempre y ellos subieron un poco más, hasta 350. El AF se quedó a 330. El vuelo iba como siempre sin problemas. Al llegar cerca de esa zona ellos ya estaban a 370 y el AF a 350. Entre INTOL y TASIL había un area muy grande de cumulonimbos que subian hasta 50000 pies, es decir tormentas muy potentes. Él se desvió muchas millas de su ruta para evitar la zona y no sabe lo que hizo el AF porque no lo tenía en el radar, pero cree que se metió en el berenjenal. Su vuelo fué tranquilo y sin turbulencias resaltables. Al pasar TASIL, que ya entras en espacio controlado por Dakkar, todo el mundo estaba llamando al AF por la radio y pensó que se habrían despistado, en nigún momento se imaginó lo que había pasado, por que su vuelo no había sido complicado. No hubo ningún mensaje por radio del AF.

Ha sido un palo para él, haber conocido a la tripulación. Yo le entiendo porque me pasó lo mismo hace años. Estaba en BCN cenando y entraron dos guapas pilotos rubias que conocía. Todos volabamos el avion Fairchild Metro con carga aerea, ellas en una compañía y yo en otra y despues de cenar saliamos a volar, ellas a Bruselas y yo a MAD. Despegaron unos minutos antes que nosotros y cuando despegamos nosotros nos enviaron por un sitio que no era el normal, por lo que pensé que algo ocurria. Al llegar a MAD me enteré que se les había parado un motor y que volviendo a BCN se estrellaron a dos kilometros de la pista.” [grifo meu]

Essa é uma foto por satélite da região, com a trajetória do AF 447.  Similar à que já postei antes, e mostra que o AF 447 enveredou diretamente dentro da região de tempestade.  Creio que descobrir o porque disso será em breve uma das prioridades da investigação _ isso pode significar que o Airbus perdeu o radar meteorológico e voava às cegas.

***

UPDATE:

Achei algo que estava procurando e ainda não tinha visto:  um mapa das rotas aéreas do Brasil para a Europa por sobre o Atlântico:

South-Atlantic

(clique para ampliar)

***

UPDATE 2:

Aqui um relato de como as condições podem mudar repentinamente no ar. Um C-130 americano que seria o terceiro a pousar em uma base aérea iraquiana teve sérios problemas com os ventos e teve que retornar para a base inicial.  Os ventos que o atingiram provinham de uma frente de tempestade do tamanho da Califórnia que pairava sobre…a Turquia!

***

UPDATE 3:

Há informações de que a aeronave que fazia o vôo AF 447 havia colidido no chão com outro Airbus (não tenho informações sobre onde e quando).  Análises posteriores indicaram que o outro avião havia arcado com a maior parte dos danos e que a aeronave da Air France não havia sido prejudicada, mas essa pode vir a ser outra linha de investigação.

junho 2009
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Add to Technorati Favorites

Blog Stats

  • 1.561.556 hits
Anúncios