20090528233839696

Da durabilidade das idéias de jerico

Matéria do Correio Braziliense informa que Oscar Niemeyer voltou à carga quanto a tal Praça da Soberania que pretende ver construída no coração da capital federal.   Ele modificou o projeto para dar conta das críticas, sobretudo no que diz respeito à questão da visibilidade entre a Esplanada e a Rodoviária.  Mas o trecho mais curioso da entrevista com o centenário arquiteto é esse aqui:

O que é Deus para um arquiteto que construiu tantas igrejas e catedrais?

Estou justamente produzindo um texto sobre isso. A ideia de Deus onipotente, criador de todas as coisas, havia desaparecido do meu pensamento. Mas a visão de um ser humano tão frágil e desprotegido, diante do universo fantástico que o cerca, leva-me a acompanhar as conquistas da ciência, empenhada em desvendar os mistérios do cosmo e de nossa própria existência. Tudo isso explica a minha postura compreensiva e quase indulgente em relação aos que creem num Deus invisível e onipotente, aceitando, conforme tem acontecido, projetar uma igreja, uma catedral ou uma simples capela como uma que acabo de desenhar.

O repórter foi sagaz.  O entrevistado, mai$ ainda.  🙂

***

E, como tudo acaba em samba

A Beija-Flor será a escola de samba que homenageará Brasília no carnaval de 2010. O desfile comemorará os 50 anos da capital. Com o tema Brasília ao sol do mundo. Brasília, capital da esperança a escola receberá um patrocínio de R$ 3 milhões do governo do Distrito Federal, pagos em parcelas de R$ 300 mil. O patrocínio foi fechado nesta sexta-feira no Rio de Janeiro pelo vice-governador Paulo Octávio.

Antes de se chegar a um acordo, o carnavalesco da Beija-Flor, Alexandre Lousada, defendeu a idéia original do enredo Brilhante ao sol do mundo. Brasília, capital da esperança. Segundo ele, não se pode falar em Brasília sem tratar de sua história e de sua construção. “Antes mesmo de ganhar seus traços marcantes, Brasília já havia sido pensada e sonhada. Estava na primeira constituição do Brasil. Será um desfile memorável”, garantiu.

Para conhecer melhor a cidade e seus moradores, Lousada visitará Brasília nas próximas semanas. A ideia é que ele consiga levar para a avenida algo que possa quebrar a imagem de uma cidade política-administrativa.”

***

Fico pensando no que será que impede nosso governador do pêfêlêDEM de usar nosso dinheirinho para resolver problemas básicos da cidade, como trânsito, segurança etc, e preferir torrá-lo em pão para arquitetos e circo para turistas…

Anúncios