Um comentário lá no post editorial dos Apostos, que só vi agora:

Ao contrário do que alguns pensam, Antonio Fernando Borges não comeceu seu blog no Apostos. O blog dele era independente, como devem ser os blogs. Foi convidado a fazer parte do “condomínio”. Não precisava passar por isso porque já é um romancista consagrado, respeitado e lido. Dia desses Olavo de Carvalho o citou como o ÚNICO brasileiro que ainda sabe escrever. Um romancista desse porte se meter entre moleques dá nisso.” [grifo meu]

Eu já intuía.

Anúncios