O Claudio Haddad tem um artigo hoje na sua coluna no Valor.  Título: “Crise estrutural ou acidente de percurso?

O homem do IBMEC diz isso:

O sistema financeiro, pelo fato de trabalhar com ativos correspondendo a um múltiplo de seu patrimônio, é por natureza instável e sujeito a crises periódicas.

Mas responde à sua própria pergunta assim:

Vista dessa forma, a crise atual é um acidente de percurso do capitalismo, regime que, apesar de seus defeitos, tem se mostrado o mais eficiente em gerar riqueza e progresso na história humana.

Acho que ele tem uma definição de “estrutural” diferente da minha.

Mas nem tudo está perdido.  Essa é a melhor parte do texto:

Este articulista, que escreve neste jornal desde sua fundação em 2000, a convite do amigo Celso Pinto, aqui encerra suas atividades por tempo indeterminado. Fica um sincero agradecimento aos leitores que o têm prestigiado com seu tempo e comentários e à direção e equipe do Valor Econômico pelo apoio e oportunidade.

Bem, se a idéia era mesmo passar oito anos prestando este tipo de lip-service, eu diria que já vai tarde.

Anúncios