A nova pesquisa Census deixou Tio Rei mais perdido que cachorro que caiu da mudança. Diz ele:

Dilma, Ciro, Aécio
Também dentro da margem de erro, a ministra teve uma pequena oscilação para cima. Aquela famosa tese petista de que o dossiê ajudou a elevar as intenções de voto na ministra é cascata da grossa. É bom lembrar que ela está ao lado de Lula em todas as solenidades do PAC. Algum benefício haveria de obter com essa proximidade. Afirmar que as denúncias colaboraram para elevar sua popularidade tem tanta validade científica quanto afirmar que ela poderia estar melhor não fosse o dossiê.

Matéria do Correio Braziliense, transcrita no blog do João Antônio:

A sensação de que Dilma — como Lula no primeiro mandato — “mais cresce quanto mais apanha” ainda carece de comprovação de pesquisas de âmbito nacional. Mas já está retratada em sondagens regionais realizadas, por exemplo, pelo PSDB.
Nós estamos errando muito. Dilma está se beneficiando da crise ao ficar permanentemente na mídia”, argumenta o tucano Jutahy Magalhães Júnior (BA)
.”

Pô, Tio Rei, se até os tucanos estão dizendo…

Ele continua:

O futuro
Dados os números, Lula vai tentar a (re)reeleição? É claro que setores do petismo tentarão botar o bloco na rua — e ele próprio manterá aquela ambigüidade conhecida em relação ao assunto. Mas, sinceramente, não creio que o faça. A democracia comporta algumas outras instância, que não apenas a chamada “vontade das ruas”, e acho que Lula não compra essa briga.

Lula quer ser, aí sim, um eleitor poderoso. Se, em 2010, sua popularidade estiver nas alturas, qualquer candidato que tenha o seu apoio chega, com razoável facilidade, a 30% dos votos — e, é claro, SERÁ UM NOME DO PT.

Como Tio Rei muda de idéia rápido. Até outro dia, para ele, o Eneadáctilo era a reencarnação de Hugo Chavez, e agora está mais comportado que o Álvaro Uribe?

Anúncios