<abril de 2005>

Contrariamente ao que pensa o vulgo, o Almirante Nelson, gênio da batalha naval e da blogagem, não morreu na batalha de Trafalgar. Sua nau extraviou-se, bateu em um recife e ele foi parar, sozinho, em uma ilha não cartografada no meio do Atlântico, apenas com seu laptop e uma versão antiga do Movable Type. Como a ilha não dispunha de uma conexão Wi-Fi, Lord Nelson foi obrigado a ficar blogando sozinho.

Um belo dia, porém, aparece na praia, com pouca roupa, ninguém menos que a Vera Fischer, cuja carreira havia naufragado ali perto.

Lord Nelson ficou feliz da vida, porque agora ele não precisava mais comentar seus próprios posts: Vera Fischer se encarregava disso. E assim se passaram anos felizes, alternando a blogagem com o jogo de batalha naval (uma mania de Nelson) graças às cartelinhas que Vera havia trazido no seu farto sutiã. Mas com o tempo ele começou a achar que não era o suficiente.

Um dia, ele se aproxima de Vera Fischer e cochicha:

_ Posso te pedir uma coisa ?

E ela, toda alegrinha:

_ Claaaaro !

_ É o seguinte: você podia vestir aquela roupa ali, que pertenceu ao meu bom e finado piloto, o marujo Stubb ?

Ela estranhou, mas vestiu. Ele também pediu que ela cortasse o cabelo estilo joãozinho e pintasse um bigode, ao que ela assentiu, antevendo ser isso apenas um fetiche do velho lobo do mar. Então ele se aproximou dela e disse, com aquele ar de cumplicidade entre dois pegadores:

_ Véio, você não imagina quem está comentando no meu blog !

Anúncios